ANSIEDADE NA CARREIRA

Quando a gente descobre que é uma fase.


Quantas noites sem dormir?


Já perdi as contas… um feedback negativo (hoje chamado de construtivo), planilhas de forecast na crise de 2008 e a possível demissão de dezenas de profissionais, uma redução de quadro de uma equipe que seria terceirizada, o encerramento de uma operação no Brasil e a minha própria demissão no pacote...


Em momentos diferentes da minha vida, passei por aqueles dias em que a gente não tem nem vontade de sair da cama (até porque não preguei os olhos). Quantas vezes não estacionei o carro no subsolo do escritório e, naquele choro seco (e até uma leve taquicardia), resistia a sair do carro e pegar o elevador.


Olhando agora, na maior crise possível da minha e da carreira de qualquer humano que habita a terra, surpreendentemente tive sensações e sentimentos muito diferentes, nenhuma noite insone (acho que a meditação pode estar dando uma mãozinha, confesso). Sem crises de pânico! Claro, tenho dias de altos e baixos, otimismo e pessimismo se misturam em tempos tão incertos, mas entendi que precisamos viver um dia de cada vez.


Hoje me conheço melhor, sei o caminho que construí até aqui e sei também para onde quero ir.

O caminho não foi fácil, mas lembro de episódios pontuais de o quanto a ansiedade ao final me moveu.


LUZ NO FIM DO TÚNEL


Em uma dessas crises internas, vi que não havia mais lugar para mim na empresa aonde estava. Pela primeira vez na vida eu não tinha clareza de qual seria meu próximo passo e tinha a sensação de que um ciclo estava concluído. Passei o final de semana fazendo contas, preocupada com os boletos do final do mês. Liguei para minha mãe chorando (quem nunca?), mas nem as palavras de conforto dela foram suficientes.


Naquela mesma semana em algum dia qualquer acordo às 4h da manhã e o estralo que literalmente mudou minha vida: “Opa!! Calma aí, será que essa é a chance de fazer meu intercâmbio? Aquele que na adolescência meus pais não tiveram condições de prover e depois, a carreira com consecutivos movimentos ascendentes nem me permitiu considerar essa hipótese!”.


Naquela mesma madrugada, continhas e mais continhas – e não é que aquele sonho poderia sair do papel? Ufa! Eu tinha um “Plano B”! E vou falar, ele era ainda melhor do que o “Plano A”.


O “Plano B” conforta, alivia, dá esperança e nos mostra que existem possibilidades, nos ajuda a perceber que existe luz no fim do túnel e que a final não somos reféns e podemos ditar nosso caminho.

COMO DESCOBRIR O QUE ME DEIXA ANSIOSO?


As causas podem ser muitas, internas ou externas. Fruto de uma imaginação inquieta ou pautada em fatos concretos.


É preciso ter contato consigo mesmo para identificar essa ou essas causas.


Você conversa com você mesmo? Quer dizer, você se permite entrar em contato com o que realmente esta pensando e sentindo? Há quem consiga fazer essas reflexões em modo “autodidata”, mas não é o que acontece com a maioria.


É preciso falar e elaborar!

Quando colocamos para fora o que estamos pensando, vemos com outro olhar e muitas vezes ressignificamos essa história. Entendemos o que de fato nos preocupa. Aqui, vale de tudo, conversar com sua melhor amiga, com seu parceiro, o terapeuta ou até buscar um espaço para se expressar.


Agora, precisamos prestar atenção ao que nos motiva na busca desses planos. Seria uma fuga? Se sim, cuidado! Se não agora, depois você vai enfrentar os mesmos fantasmas novamente. E é por isso que vale ter daquelas conversas consigo, e entender o que está de fato te tirando do eixo e te deixando ansioso.


UM CONVITE


Roda de Conversa - um espaço para falar e elaborar.

E é aí que entra meu convite. Nessa semana participo desse projeto lindo com Graça Costa e Mariene do Vale, abrindo um espaço para o acolhimento de quem busca um espaço para falar de suas angústias e ansiedades e, quem sabe, buscar um futuro possível – e quem sabe uma noite de sono?


Quando: 29-abr (quarta-feira) Horário: 19h Local: Sala Zoom (link a ser disponibilizado 30 minutos antes)


Você pode fazer sua inscrição aqui no Site ou pelo Sympla.


Ansiedade na carreira
Ansiedade

Quer saber mais sobre Transição de Carreira?

Leia: Que muVUCA é essa?

Leia: Estamos prontos para o Futuro do Trabalho?




#Ansiedade #Carreira #TransiçãoDeCarreira #TransicaoDeCarreira #FutureOfWork #FuturoDoTrabalho




16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo